ciência

Consequências humanitárias na Ucrânia serão devastadoras, alerta Acnur

27views
Consequências humanitárias na Ucrânia serão devastadoras, alerta Acnur. Acima: Filippo Grandi (Foto: Reprodução/Amazon)

Consequências humanitárias na Ucrânia serão devastadoras, alerta Acnur. Acima: Filippo Grandi (Foto: Reprodução/Amazon)

Na madrugada desta quinta-feira (24), tropas russas invadiram o território ucraniano por terra, mar e ar. Diante do ataque surpresa da Rússia, Filippo Grandi, Alto Comissário da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), emitiu um comunicado sobre a situação nesta manhã.

“Estamos seriamente preocupados com a rápida deterioração da situação e a ação militar em curso na Ucrânia”, afirma em nota. “As consequências humanitárias para as populações civis serão devastadoras. Não há vencedores na guerra, mas inúmeras vidas serão dilaceradas.”

Devido ao ataque repentino, inúmeros moradores ucranianos tiveram que deixar rapidamente o país em busca de segurança. Em pronunciamento, Grandi pede para que países e vizinhos deixem suas fronteiras abertas para os refugiados.

“O Acnur está trabalhando com as autoridades, a ONU e outros parceiros na Ucrânia e está pronto para fornecer assistência humanitária sempre que necessário e possível”, informa Grandi. “O ACNUR também está trabalhando com governos de países vizinhos, pedindo que mantenham as fronteiras abertas para aqueles que buscam segurança e proteção. Estamos prontos para apoiar os esforços de todos para responder a qualquer situação de deslocamento forçado.”

Grandi também alerta que, para que a ajuda humanitária chegue àqueles que precisam, é necessário que a segurança e acessos aos esforços humanitários sejam mantidos. “As vidas civis e a infraestrutura civil devem ser protegidas e resguardadas em todos os momentos, de acordo com o Direito Internacional Humanitário”, reitera.

O governo e as autoridades ucranianas confirmaram que ao menos 40 soldados e 10 civis morreram durante o ataque, que perdura desde a madrugada desta quinta-feira.