ciência

Saiba como observar a conjunção de Vênus e Júpiter neste fim de semana

19views
Como observar a conjunção de Vênus e Júpiter na madrugada deste sábado (Foto: Jaro Bielik/Unsplash)

Como observar a conjunção de Vênus e Júpiter na madrugada deste sábado (Foto: Jaro Bielik/Unsplash)

A partir da madrugada deste sábado (30), será possível observar a aproximação dos dois planetas mais brilhantes do nosso céu. Apesar de estarem separados por 692 milhões de quilômetros – algo em torno de cinco vezes a distância entre a Terra e o Sol –, Júpiter e Vênus serão vistos em conjunção, ou seja, os veremos muito próximos um do outro, como se estivessem colidindo. Além disso, eles também estarão alinhados com Marte e Saturno.

Essa aproximação planetária teve seu início em 24 de abril. O pico da conjunção entre os dois astros será às 16h do sábado, quando todos estarão alinhados e o brilho emanado pelos planetas será mais intenso, dando a ilusão que são um só. Essa conjunção terá seu término no domingo (1º), quando os corpos celestes começarão a fazer o trajeto contrário, distanciando-se.

Fases de aproximação entre Vênus e Júpiter de 28 a 30 de abril (Foto: EarthSky.org)

Fases de aproximação entre Vênus e Júpiter de 28 a 30 de abril (Foto: EarthSky.org)

A união quase perfeita desses dois astros no nosso céu não é novidade. No fim de 2020 Júpiter e Vênus foram observados em uma situação parecida, quando estrelaram a “Grande Conjunção”. A conjunção deste fim de semana também tem um grande valor, já que seu alinhamento com Marte e Saturno é um evento raro.

“A última manhã do mês começa com uma conjunção incrível dos dois planetas mais brilhantes. Vênus e Júpiter ficam lado a lado, tendo as estrelas da constelação de Peixes como pano de fundo. Olhe para o Leste a partir das 3h30”, indica o astrofísico Gustavo Rojas em sua coluna Céu do Mês, na GALILEU.

Imagem de Júpiter, um dos planetas gasosos que irá estar na conjunção de sábado (Foto: Nasa)

Imagem de Júpiter, um dos planetas gasosos que irá estar na conjunção de sábado (Foto: Nasa)

Para observar a conjunção, não será necessário nenhum instrumento especial, como binóculos ou telescópios. Mas para ajudar a visualização do evento, separamos algumas dicas. Para aprender a localizar os astros no céu, nosso Guia básico da astronomia amadora, que explica termos astronômicos essenciais para observar o espaço, pode te ajudar com isso. Estar em um lugar longe da poluição luminosa também ajuda, pois ela pode prejudicar a visualização de alguns corpos celestes mais distantes.

Se você quiser aprimorar a experiência, use binóculos de 7×50 ou 10×50. “Se tiver um telescópio, um par de binóculos ou uma câmera decente, terá uma visão ainda melhor.” complementa Brad Tucker, pesquisador da Universidade Nacional Australiana, em comunicado sobre o fenômeno.